ORGANIZAÇÃO REGIONAL DE SANTARÉM

quarta, 24 outubro 2018 12:22

Acção Nacional junto dos trabalhadores do distrito

O PCP lançou hoje, a Acção Nacional dirigida aos trabalhadores e ao povo com vista ao esclarecimento e mobilização sob o lema “PCP ­ Alternativa patriótica e de esquerda. Por um Portugal com futuro!”. Esta acção, suportada em cartazes e num folheto nacional, desenvolver­-se-­á com um conjunto de acções de rua de contacto com a população.

Das várias acções que tiveram lugar por todo o distrito, destacamos o contacto com os trabalhadores das Indústrias Carnes Nobre em Rio Maior, Sumol + Compal em Almeirim, Sonae Carnes em Santarém e João de Deus em Samora Correia, concelho de Benavente.

Nesta acção em que se valorizam os avanços nos direitos e rendimentos alcançados nos últimos anos com a luta dos trabalhadores e do povo, e por acção do PCP, põe­-se também em evidência as limitações que resultam das opções do governo PS e da subordinação aos interesses do grande capital, da UE e do Euro, e que impedem a resposta plena aos problemas nacionais.

No folheto a distribuir destacam­-se, por um lado, os avanços possíveis por acção do PCP na proposta do Orçamento do Estado para 2019, entre eles: o aumento das pensões de reforma; a extinção da colecta mínima no PEC; manuais escolares gratuitos nos 12 anos de escolaridade obrigatória; o alargamento do abono de família; o apoio extraordinário a desempregados de longa duração; a redução nos custos dos transportes públicos para os utentes, entre outros aspectos.

Por outro lado, afirma­-se a Alternativa patriótica e de esquerda como questão crucial para o desenvolvimento do País, com uma política alternativa baseada: na promoção do investimento produtivo e a da produção nacional; na superação dos graves problemas sociais, num País com profundas injustiças e desigualdades; na valorização do trabalho e dos trabalhadores; vencer os graves problemas dos serviços públicos; na recuperação da soberania monetária e libertação de Portugal da subordinação ao Euro; na inscrição como necessidade inadiável a renegociação da dívida, para libertar recursos para o desenvolvimento do País.

O folheto que denuncia a convergência entre PS, PSD e CDS para manter as normas gravosas da legislação laboral, apela à participação de todos na Manifestação Nacional da CGTP de dia 15 de Novembro, já que a mobilização e a luta dos trabalhadores são decisivas.

Santarém, 23 de Outubro de 2018

O Secretariado da Direcção da Organização Regional de Santarém do PCP

 

Newsletter